sábado, 14 de abril de 2018

[3710] "Onésimo Silveira - Uma vida, um mar de histórias", livro a ser lido e relido

Pd'B está a reler a obra de José Vicente Lopes "Onésimo Silveira - Uma vida, um mar de histórias", lançado em Portugal a 7 de Abril de 2016 e AQUI divulgado na altura, em cima do acontecimento. Deste livro, reproduzimos uma passagem que retrata o ideário de Onésimo à frente da Câmara Municipal de São Vicente e aquilo que ele achava que devem ser as relações entre Portugal e Cabo Verde. 

"Eu buscava geminações não só para obter recursos, mas também para o reforço dos laços históricos entre Cabo Verde e Portugal.

Esta é uma coisa que sempre me interessou. Contrariamente aos meus antigos colegas de luta de libertação, sempre entendi que, com Portugal, estamos condenados a viver em paz e em progresso. Só agora é que se começou a ver Portugal como um parceiro, realmente. Falta a muita gente, em Cabo Verde, coragem para caracterizar, historicamente e do ponto de vista político, as nossas relações com Portugal. São relações em que intervêm muitos aspectos de tipo colonial, mas são também relações de muito afecto e solidariedade. Os cabo-verdianos têm de interiorizar o seguinte: nenhum outro país no mundo gosta mais de Cabo Verde do que Portugal. Portugal e Cabo Verde estão ligados pela história e pelo sangue. E isso não é só conversa, é a mais pura realidade."

1 comentário:

  1. Sublinho este recado do Onésimo: "Os cabo-verdianos têm de interiorizar o seguinte: nenhum outro país no mundo gosta mais de Cabo Verde do que Portugal. Portugal e Cabo Verde estão ligados pela história e pelo sangue. E isso não é só conversa, é a mais pura realidade."

    ResponderEliminar